MOXABUSTÃO

É uma técnica da MTC que se baseia nos mesmos trajetos dos meridianos de energia que a Acupuntura. Através do calor ela age nos pontos de Acupuntura para fortalecer a circulação da energia (Qi) e do sangue, ajudando a tratar e a prevenir dores e doenças crônicas, além de aliviar o estresse, ansiedade, depressão e a insônia. Acredita-se que a moxa, terapia tão comum no Oriente, seja ainda mais antiga que a própria acupuntura.

A terapia da moxa também conhecida como moxabustão é uma técnica da MTC  que funciona através da combustão das ervas Artemisia sinensis e Artemisia vulgaris sobre os pontos dos meridianos da acupuntura ou em determinadas regiões fora dos meridianos e em pontos de dor que também são chamados de pontos ASH. 

Existem dois tipos de terapias com a moxa: a direta e a indireta, na forma direta uma pequena quantidade de moxa é queimada em cima do ponto de acupuntura em contato com a pele. Em alguns casos a moxabustão é apagada antes de queimar a pele e causar cicatrizes, em outros a erva é toda queimada sobre o ponto na pele e pode causar queimaduras. Pode-se ainda, dependendo da indicação, adicionar sal, fatias de gengibre ou de alho para aproveitar as propriedades destas substâncias.

Temos também a “Caixa de Moxa“, onde colocamos a moxa lã dentro de uma caixa e deixamos queimar, sendo retirada após o paciente sentir leve calor ou calor intenso, dependendo do objetivo do tratamento.

Outro forma de moxabustão que utilizo com frequência é a chamado OKYU ou Moxa Grão de Arroz que consiste na queima de moxas lã de qualidade superior, chamadas também de Moxas Douradas, são em forma de cones do tamanho equivalente a um grão de arroz, podendo variar seu tamanho conforme conforme o objetivo do tratamento.

Esta técnica é de origem japonesa, sendo mais sutil, entretanto com um poder de ação impressionante. Estive em um curso com o Mestre Felip Caudet, segundo mais importante na técnica em todo o mundo. Ficamos em total imersão durante seis dias, sendo os primeiros trinta e sete alunos com a especialização em correção postural (KINSEIKYU) no Brasil. Sendo no Rio Grande do Sul somente três.